Calau-terrestre da Abissínia

Bucorvus abyssinicus

Distribuição Geográfica: Amplamente distribuído no continente africano, pelo Senegal, Gâmbia e sul da Mauritânia até à África Ocidental e pelo norte do Quênia, Uganda, Eritreia, Etiópia e noroeste da Somália.

Habitat: Áreas rochosas como falésias interiores, picos de montanha, prados, savana, matagal e floresta.

Alimentação: Sobretudo carnívoro alimentando-se de répteis como cobras, tartarugas e lagartos, mamíferos como lebres e coelhos, e artrópodes como insetos e aracnídeos. Embora seja pouco comum alimenta-se de matéria vegetal.

Reprodução: O ninho é geralmente construído em cavidades de árvores grandes, mas também podem nidificar em buracos nas rochas. O ninho é preparado pelo macho forrando as cavidades com folhas secas. Põe 1-2 ovos que são incubados por 37-41 dias. Após 21-33 dias a fêmea sai do ninho para ajudar o macho na aquisição de alimentos, e após 80-90 dias as crias emplumam.

Comportamento: São principalmente terrestres, embora voem para capturar presas ou para defender o território. É uma espécie monogâmica e são frequentemente vistos em pares, embora também se possa observar grupos maiores. Podem ser formados novos grupos com os juvenis, que vários anos após atingirem a maturidade, permanecem nas áreas ocupadas pelos progenitores.

Curiosidades: Os machos têm a pele da garganta azul e vermelha e uma zona azul ao redor do olho, enquanto as fêmeas têm apenas pele azul ao redor dos olhos e na garganta.

Estatuto de conservação: Vulnerável (VU), não incluído no CITES

Fatores de ameaça: Destruição do habitat e das zonas de nidificação.

Classificação

Classe: Aves

Ordem: Bucerotiformes

Família: Bucerotidae

Dimensões: 90-110 cm de comprimento e 1,20-1,80 m de envergadura.

Peso: 4,00 kg

Longevidade média no estado selvagem: 30 anos.

Longevidade máxima em cativeiro: 50 anos

Outros animais em Aves de Rapina