Aves de Rapina

Águia-pesqueira-africana

Haliaeetus vocifer

Distribuição Geográfica: Por toda a África subsariana.

Habitat: Lagos, reservatórios e rios, mas também pode ser encontrada perto da costa, nos estuários ou lagunas.

Alimentação: Principalmente peixes, mas alimenta-se também de pequenos mamíferos, aves, crias de crocodilo e até mesmo animais mortos.

Reprodução: Constrói ninhos grandes que são reutilizados em anos consecutivos e geralmente são construídos no topo árvores altas gravetos, galhos e folhas. Põe entre 1-3 ovos que são incubados pelo casal por aproximadamente 45 dias. As crias ficam no ninho 70-75 dias e, depois de oito semanas, a jovem águia é capaz de viver independente.

Comportamento: É uma ave monogâmica, no entanto, o macho deve reconquistar anualmente a atenção da fêmea. O casal, em pleno ar, encaixa as garras e caem em queda livre até que se separam já muito perto do solo. Repetem este movimento várias vezes até que finalmente acasalam.

Curiosidades: É conhecida como a “voz de África” pela sua vocalização estridente e característica, que pode ser ouvida a quilómetros de distância. Esta águia é a ave nacional do Zimbabwe e da Zâmbia.

Estatuto de conservação: Pouco preocupante (LC), CITES Anexo II

Fatores de ameaça: Envenenamento e destruição do habitat por poluição dos recursos hídricos.

Classificação

Classe: Aves

Ordem: Accipitriformes

Família: Accipitridae

Dimensões: 63-75 cm de comprimento e 1,75-2,40 m de envergadura.

Peso: 1,90–2,50 kg nos machos e 3,20–3,60 kg nas fêmeas.

Longevidade média no estado selvagem: 16-24 anos.

Outros animais em Aves de Rapina